marcadores

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

6 musicas no estilo industrial ebm!













para quem não conhece esse estilo de musica estou postando pra mostrar que é um estilo diferente mas muito legal as musicas.
espero que vcs gostem!

terça-feira, 17 de novembro de 2009

terça-feira, 25 de agosto de 2009

tipos de goticos.

As pessoas podem imaginar que o gótico pertente a somente um estereotipo. Que é aquela coisa sombria, com visual antiquado e retrô. Isso está bem longe da verdade, tanto em termos de cena como em termos de concepção visual.
Evidentemente que os próprios góticos não se preocupam em saber em qual visual se encaixam. Esse visual entra automaticamente, independentemente dele querer “escolher” ou não. As pessoas também adotam mais de um visual, muitas vezes mais situacional também, quando não mesclam dois ou mais visuais.
Abaixo serão mostrados os tipos de gótico mais comuns, com suas respectivas explicações



Tradicional Goth/Darkwaver
O estilo mais comum e mais difundido. Veio da década de 80, com fortes traços do visual punk.
Eles costumam gostar de bandas mais tradicionais da cena, como Bauhaus, Sisters of Mercy, Clan of Xymox antigo. Seria, dentro do contexto darkwave, a ala “old school”. Em geral tendem a não considerar muito a existência do electrogoth ou não gostar muito daquela coisa de “ebm-industrial-synthpop” que muitas bandas acabam assumindo.
Visualmente remetem ao visual post-punk, com o uso de muito preto, maquiagem e penteados espetados, influenciados por toda a leva de bandas dos anos 80. Costumam também mesclar roupas de sado-masoquismo, roupas antigas (como sobretudos, capas e vestidos longos), coturnos, roupas de couro (como jaquetas) e jóias prateadas
.



Deathrocker
O deathrock é a parte da música darkwave mais ligada ao punk. Por conta disso seus fãs mais ardorosos tendem a parecer punks, mas com uma roupagem mais sombria e sinistra.
Grandes nomes do estilo, com Christian Death, Specimen, Alien Sex Fiend são sempre ícones para esse tipo de fã. Bandas novas, como Bloody Dead and Sexy e Tragic Black mostram que o estilo ainda vive e possui energia.
O visual deathrocker é punk. Roupas rasgadas, cabelos moicanos, brincos, coturnos e outras coisas do guarda-roupa punk. É muito fácil confundir um deathrocker com um punk, a primeira vista. Também possuem uma forte preferência por filmes de terror, sobretudo aqueles de baixa produção.

Rivethead
Esse grupo é composto por fãs de música industrial.

Os rivet, em geral, tendem a rejeitar a cena gótica, não gostando muito da sua associação com a mesma. Um número considerável deles sequer gosta de darkwave ou alguma coisa relacionada ao gótico propriamente dito.

Ouvem bandas como Wumpscunt e Skinny Puppy, que vêm da cena EBM ou grupos de metal industrial/rock industrial, como Nine Inch Nails e Rammstein. Há dentre eles o pessoal que curte o industrial mais cru e verdadeiro, com Terminal Choice e Throbbing Gristle.

Seu estilo visual se pauta em roupas com aspecto mais futurista, como sobretudos no estilo do filme Matrix e adereços militares/metalizados. Seus penteados tendem a refletir um estilo mais direto, reto, sem muitos detalhes. Dentro do seu visual adota vestimentas como uniformes, luvas, máscaras industriais etc.


Cybergoth
O cybergótico nasce dentro de uma cena eletrônica.

Suas roupas são bem diferentes das roupas do gótico tradicional, com cores fluorescentes, néon, misturados com alguma coisa escura. Seu vestiário usa e abusa de temáticas futuristas, pegando idéias até mesmo dos filmes de ficção cientifica.

As bandas proeminentes para esse tipo de gótico são da cena eletrônica. Muitos sequer ouvem alguma coisa próxima do darkwave, exceto talvez por uma banda ou outra. Ouvem muito EBM, Industrial, Synthpop, Futurepop, Noise. Bandas como Das Ich, Front 242, Assemblage 23, Android Lust etc.


Kinder Goth ou Baby Goth
São pessoas, em geral adolescentes, que estão descobrindo a cena. Muitas vezes discriminados pela pressão dos pais e dos colegas, acabam muitas vezes sendo chamados de paga-paus e coisas do tipo. Muitos góticos passam por esse estágio antes de entrarem de cabeça na cena. Em geral começam conhecendo uma banda ou outra e bandas que vendem como se fossem góticas. Em alguns casos começam também a curtir alguma coisa da cena electro, o que tende a gerar tipos ainda mais mistos futuramente.

A mídia costuma rotular esse tipo de gótico como o padrão para o gótico, o que é uma mentira enorme. Ouvem bandas com HIM e Marilyn Manson, que são bandas com uma orientação mais metal. Assim também acontece com Lacrimosa, que seria o mais próximo da cena que eles chegam nesse estágio.
As suas roupas tendem a mostrar um estilo mais voltado ao metal, que é menos extravagante e chamativo. Muitos góticos costumam se referir a essas pessoas como “wannabes”, pela sua postura e por acharem a si mesmos de góticos, mesmo sem pertencer a cena, de fato.


Victorian Goth
Esse tipo surgiu quando os góticos passaram a procurar referência no visual vitoriano. Inspirados em filmes e em livros de romances góticos, vestem roupas como vestidos longos e rendados, luvas, corsets, ternos, casacas, chapéus, bengalas e outros acessórios tipicamente vitorianos.

Não há um tipo de som predominante nesse tipo. Há uma preferência muito grande pelas bandas de gothic rock e darkwave no geral.

tipos de goticos.


UberGoth
Os Uber são aqueles que produzem um visual nos mínimos detalhes. Vestem-se dos pés à cabeça, com muitos acessórios, roupas, maquiagem, tudo para mostrar que visual e estilo andam sempre de mãos dadas.

Em geral tendem a possuir o visual mais requintado e mais bem elaborado dentro da cena
.


Medieval Goth
Esse tipo veio com o advento da música medieval dentro da cena darkwave e com a adoção do termo histórico do gótico.

Essas pessoas possuem um senso de história muito grande e adotam esse conhecimento no seu visual. Roupas simples, vestidos e pouca maquiagem fazem do estilo medieval uma faceta um tanto quanto “fora’ dos outros estilos. Procuram sempre por histórias do período medieval e renascentista. Em termos gerais têm por medieval algumas revisitações do estilo renascentista.

Costumam ouvir bandas que mesclem música medieval com algum ritmo folk e também grupos de ethereal/dreampop. Bandas com Dead Can Dance, Enigma, Faith and the Muse, Qntal, Love Spirals Downwards. Lovespirals, Love is Colder Than Death etc.


Fetish Goth
Uma das tendências dentro da cena gótica é a moda fetichista. É sabido que essa moda já era bem grande na década de 80. E esse tipo é um desdobramento do que já e via nos clubes ingleses, como o batcave.

Em geral a temática abordada por esse tipo é sempre ligado ao sado-masoquismo. Roupas de couro ou de vinil, correntes, algemas e tudo aquilo que se pode imaginar dentro desse tema. Sonoramente tendem a gostar de algo mais eletrônico, como Depeche Mode. Esse estilo está mais ligado a um comportamento sexual do que um comportamento musical propriamente dito. Esse estilo também abusa do nível de sensualidade, muitas vezes até mesmo provocante.


Evidentemente que existem outros tipos, como o Vampire Goth (que é uma versão do Victorian ligado ao tema do vampirismo), o Goth Corp (que são pessoas que usam um ou outro detalhe da moda gótica mesclada a roupas sociais), o Geek Goth (que é aquele mais voltado a temas literários e filosóficos), entre muitos outros.

Nem todos os tipos são exatamente como descritos aqui. Esses padrões costumam aparecer mesclados ou mesmo reinventados, embora com certas restrições (um estilo futurista dificilmente vai se misturar com um medieval, por exemplo). etc.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Todo de preto como um anjo da escuridão




Melancólico, solitário e triste.
Levo em minha face uma lágrima desenhada
Já borrada pelas verdadeiras lágrimas que não param de cair.
Ofereça-me uma bebida forte,
Algo que me faça esquecer,
Algo que rime com a morte.
Se você tiver tempo
Dê-me um abraço.
Não terei como retribuir,
Mas irei te agradecer.
Não tenho motivos para comemorar
Nem asas com as quais eu possa voar
Mas se você tiver tempo
Dê-me um beijo
E talvez eu consiga sorrir.
O desejo de morrer veio me visitar
Afinal, hoje estou sozinho
Ficou tão difícil sonhar.
Desculpe-me se errei
Fui expulso do paraíso
Caí sem querer.
Agora estou tão longe de ti.
Sei que não terei teu abraço, nem teu beijo
Mas se você ainda tiver tempo
Pelo menos pense em mim.

SOLIDÃO INTERIOR


Solidão interior.
É quando tu sentes
que este não é o teu lugar.
Não é o teu tempo...
Não é o teu mundo.
É sentir saudades de alguém
que tu não conheces.
É quando mesmo acompanhado,
tu te sentes sozinho.

Solidão interior.
É sorrir e sentires-te triste.
É quando os teus dias passam devagar.
É quando tu te encontras na
escuridão das noites, sem ninguém.
É quando tu desabafas ao vento
e ele desmancha as tuas palavras no ar.

Solidão interior.
É quando tu tens milhões de sentimentos,
mas encontras-te no vazio.
É quando tu sentes a dor de não
viver um amor e o teu coração grita.
É quando tu queres amar,
mas não encontras a outra metade da tua alma.

Solidão interior, é quando tu
começas a acreditar que o amor
é apenas uma fuga...
para quem não sabe viver só...

terça-feira, 23 de junho de 2009

solitaria a vagar entre o céu e o inferno.

solitaria no crepusculo da noite
vago sozinha pelos cemiterios das cidades
a procura de algo a preencher esse vazio
mas nada encontro.

me deparo enfrente ao tumulo de um homem
que me parece familiar!
mas por que não lembro quem ele é?
será que foi alguém do meu passado?

minha memoria tem falhas que não consigo lembrar
das pessoas importantes de um dia fizeram parte de minha vida
continuo a vagar pelo cemiterio a procura de algo a me ajudar a lembrar
cansada me deparo sentada em cima de um tumulo

logo adormeço e sonho com uma pessoa dizendo
que um dia me amou e eu não soube retribuir
e que por minha causa ele se foi
que não adianta por que agora é tarde.

siga seu caminho sem olhar pra tras
sua hora vai chegar , ainda é cedo pra ficarmos juntos novamente.

então acordo com uma sensação estranha
de dor e vazio por ter feito alguém sofrer
sem ao menos ter dado uma chance que merecia

mas por que tenho uma nova chance
um novo recomeço
será que é pra poder mudar o que fiz?
perguntas sem respostas.

todos tem direito a uma chance de ser feliz.

sábado, 20 de junho de 2009

dark goth


























sepulcros brancos.


N'augusta solidão dos cemitérios
Resvalando nas sombras dos ciprestes
Passam meus sonhos sepultados nestes
Brancos sepulcros, pálidos, funéreos.

São minhas crenças divinais, ardentes
- Alvos fantasmas pelos merencórios
Túmulos tristes, soturnais, silentes
Hoje rolando nos umbrais marmóreos

Quando da vida, no eternal soluço
Eu choro e gemo e triste me debruço
Na laje fria dos meus sonhos pulcros

Desliza então a lúgubre coorte.
E rompe a orquestra sepulcral da morte
Quebrando a paz suprema dos sepulcros.

enfeitiçada pela noite

“Eis q a noite chega linda maravilhosa
Tão calma serena e cheia d encantos.

Ah sim ela é minha musa, minha amante.
Amo ela intensamente só ela me entende e me completa
Vivo admirando-a e a beleza q existe por trás d sua escuridão.

Trevas, lua e estrelas.
Como seria perfeito se o dia fosse noite e não existisse o sol
Sem o calor e o clarão infernal.

Perfeição é a palavra q se encaixa a noite
Sou adoradora dela e assumidamente uma dama da noite

Vampira é o q sou!

E vivo em busca de presas “sangue fresco”
Na noite eu caminho e assim vou vivendo!

Se queres me acompanhar nessa jornada siga-me
Junte-se a mim e meu pai Lúcifer
A vida eterna ele lhe dará

lírios


Eu respiro o perfume do lírio do campo
Que já não sustenta mais de angústia
Sangram as lágrimas que caem...
Suspira à saudade que varre as lembranças...
Quero cair... Quero me jogar ao longe onde nada mais me acolherá
Quero derramar sozinho minhas lágrimas
Como o lírio, quero me isolar...
Mesmo que eu sangre até a sublime morte...
Quero deitar-me sob a terra
e observar a beleza de estar vulnerável e sozinho
Ser absorvido para seu interior
Ser parte da sua essência
É tudo que quero e penso em sentir
Em meus mais profundos momentos de desespero
Quando minha alma exala o som da morte
Ao mesmo implícito o desejo de estar permeando a beleza vivida aos antepassados
A esperança que resta não basta...
Liga-se a mim por apenas um trêmulo fio
Que a qualquer momento, assim como minha vida, poderá se romper.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

maldição do tempo.

Maldições conduzem meu tempo, caindo na escuridão
A indiferença é como cair nos braços da morte
O inverno se aproxima de mim para encher meu insensível coração
Existe uma batida do coração que dispersa o vento gelado

Ventos de uma nova maldição para esta alma perdida
Atrás dos portões de luz, nós não paramos
Flores girando empurram meu corpo para a sombra
Cinzas caem para conduzir minha alma para a dor

Eu preciso encontrar meu
Tempo para quebrar a maldição
Que levou meu inverno
Eu preciso encontrar meu coração
E o nascer do sol sem brilho
A vergonha do fogo em tempos de céus amaldiçoados

quinta-feira, 28 de maio de 2009

O uso do termo "gótico" na História





Desde a década de 90 a subcultura começou a sofrer de algumas distorções por parte de enganos frequentes como o de que o termo gótico sempre esteve ligado através da história e, portanto os góticos de hoje seriam legítimos descendentes dos visigodos, godos, ostrogodos, entre outros.

Que esses mesmo teriam iniciado o estilo arquitectónico de construções sacras e também a literatura, quando na verdade as catedrais góticas só começaram a ser construídas no século XI e nem sequer se recebiam esse nome na época em que foram instauradas como arte sacra, pois expressavam a ideologia e estética da igreja católica na época.

Os renascentistas e iluministas, que se opunham à ideologia católica da época medieval, as chamaram, pejorativamente, “Góticas” muito depois, justamente como critica. Na época de sua construção eram chamadas "opus francigenarum"(arte francesa). Quanto aos bárbaros "Godos", que invadiram o império romano, foi um acontecimento dado por volta do século V, logo se vê então que são mais de cinco séculos de diferença histórica cultural, o que já havia feito uma diluição da cultura dos godos na Europa.

Do marco da construção das catedrais góticas (Do século XI até XIV) até a época em que surgiu um movimento literário chamado gótico e outro chamado romantismo (Século XVIII para XIX) já haviam se passados mais outros tantos séculos de diferença cultural e, portanto, a imagem de Gótico foi estabelecida como sombrio, fantasmagórico, misterioso, para criticar aqueles que tinham criticado o fim da Idade Média. O que era um nome pejorativo passou a ser um nome designador de uma estética “legal”. Terminamos assim de falar do sentido da palavra através do tempo sem ligá-la totalmente à subcultura e mostrar que até esse ponto os góticos da cultura iniciada na década de 80 não são descendentes dos Góticos dos séculos passados de forma alguma, pois nem sequer eles mesmos tiveram alguma ligação através de suas épocas. A ligação dos góticos contemporâneos com os antigos movimentos artísticos assim intitulados está nas músicas e na estética de forma indirecta. Pra começar, a subcultura gótica não possui literatura própria, mas existem vários estilos literários apreciados por seus integrantes, entre eles, no Romance Gótico (Walpole, Mary Shelley, etc), Romantismo (William Blake, Lord Byron, Edgar Allan Poe, etc) a poesia Simbolista/Decadentista (Baudelaire, T.S. Elliot, Rimbaud, Oscar Wilde, etc) o romance Existencialista (Camus, Sartre, etc), Literatura Beat (Ginsberg, William Burroughs), entre outros.

Dessa forma, essa subcultura fez releituras ou sátiras da Literatura Gótica. Essa literatura também serviu de tema para movimentos artísticos anteriores, que influenciaram a cultura estética dos anos 1980, como por exemplo o Expressionismo.

Na literatura brasileira, os autores mais respeitados por integrantes do movimento gótico são: Augusto dos Anjos, Álvares de Azevedo, Cruz e Sousa e Alphonsus de Guimarães. Dentro da literatura portuguesa os autores mais respeitados são Eça de Queirós, Fernando Pessoa, Lima de Freitas, Camilo Pessanha, Florbela Espanca, David Soares, Mário de Sá Carneiro entre outros.

gotico

terça-feira, 26 de maio de 2009

GALERIA DO ROCK

WICCA. o que é wicca?



Wicca ( nome alternativo para a arte da feitiçaria moderna ) é uma religião de natureza xamanística, positiva, com duas deidades reverenciadas e adoradas em seus ritos : a Deusa ( o aspecto feminino e deidade ligada à antiga Deusa Mãe em seu aspecto triplo de Virgem, Mãe e Anciã ) e seu consorte o Deus Chifrudo ( o aspecto masculino). Seus nomes variam de uma tradição wiccaniana para outra, e algumas delas usam nomes de deidades diferentes, tanto em seus graus mais elevados como nos inferiores.

Wicca ( que também é conhecida como "Arte dos Sábios" ou muitas vezes somente como "A Arte") é considerada por muitos uma religião monista, assim como panteísta e faz parte do ressurgimento atual do paganismo ou movimento neopagão como muitos preferem chamar.

O paganismo não se opõe e nem nega qualquer outra religião, ele é simplesmente uma fé pré-cristã.

A religião wiccaniana é formada por várias seitas ( ou tradições ) como a : Gardneriana, Alexandrina, Dinânica, Tânica, Georgiana, Tradicionalista ética e outras.

Várias dessas tradições foram formadas e introduzidas nos anos 60 e embora seus rituais, costumes, ciclos místicos e simbolismos possam ser diferentes uns dos outros todas se apoiam nos princípios comuns da Lei da Arte.

O dogma principal da Arte Wicca é o Conselho Wiccaniano, um código moral simples e benevolente :

SEM PREJUDICAR NINGUÉM , FAÇA O QUE QUISERES.

Ou sejá você é livre para fazer o que quiser contanto que de forma alguma prejudique ninguém - nem você mesmo, o conselho wiccaniano é extremamente importante e não pode ser esquecido na realização de qualquer encantamento ou ritual mágico, principalmente naqueles que podem ser considerados como não éticos ou de natureza manipuladora.

A Lei Tripla ( ou Lei dos Três ) é uma lei karmica de retribuição tripla que se aplica sempre que você faz alguma coisa sejá ela boa ou má, assim sendo tudo que você fizer retornará para você durante sua vida multiplicado por 3.

Os seguidores da religião Wicca são chamados de Wiccanianos ou Bruxos(as).



Os Bruxos raramente são chamados de feiticeiros ( warlocks ). A palavra warlock é considerada como um insulto na maioria dos círculos wiccanianos. Esta palavra origina-se do inglês arcaico WAERLOGA que significa "aquele que rompe o juramento" e foi utilizado pela Igreja Cristã de maneira aviltante como termo correspondente ao masculino de bruxa.

Como a Arte Wicca é uma religião orientada a Natureza a maioria dos seus membros está envolvida de uma maneira ou de outra com o movimentos ecológicos e com as reinvindicações ambientais atuais.

Os wiccanianos não aceitam o conceito arbitrário do pecado original ou do mal absoluto, e não acreditam em um Céu ou Inferno, mas somente naqueles que são as suas criações próprias.

Os wiccanianos não praticam qualquer forma de magia negra ou "mal"( pois a magia não tem cor ), não cultuam demônios ou qualquer entidades do mal, e principalmente não tentam converter membros de outras fés para o Paganismo. Respeitam todas as outras religiões positivas e acham que a pessoa deve ouvir o "chamado da Deusa" e desejar verdadeiramente dentro de seu coração sem qualquer influência externa seguir o caminho wiccaniano.

Muitos wiccanianos usam um ou mais nomes secretos ( também conhecidos como "nomes de iniciação" ) para demonstrar o renascimento espiritual e uma nova vida dentro da Arte Wicca, os nomes de iniciação são muito sagrados e usados somente entre os irmãos e irmãs do mesmo caminho.Quando um Bruxo(a) assume um novo nome ele(a) deve ser extremamente cuidadoso em escolher um nome que harmonize de uma maneira ou de outra com o aspecto numerológico do nome, do número do nascimento ou do número das runas, um nome bem escolhido vibra com o indivíduo e o une diretamente com a Arte.

sábado, 23 de maio de 2009

****ilusão****




se me procuras não estou aqui por que pra muitos morri , e pra poucos sou isignificante.
fiz desse mundo minha morada , mas descobri que aqui não era meu lugar
e que nunca iria ser .

então resolvi partir para nunca mais voltar
deixo na lembrança as alegrias e tristeza de uma vida sem sentindo algum.

vago por ai tentando encontrar um motivo pra viver
mas como nunca encontrei, o melhor é lembrar dos momentos
em que foi bom e que foram poucos e rapido.

parto dessa lembrando que aki um dia conheci pessoas maravilhosas
e que o destino traçou de por em meu caminho
mas como tudo na vida é rapido
logo se foram e eu fiquei so na lembrança.

adeus mundo e a quem um dia cruzou meu caminho
morro sabendo que vivi pouco mas que um dia fui feliz.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

tattoo

todo mundo que é discolado sonha um dia em fazer um tatuagem,
essas parecem tão reais que chega assustar, se olhar de presssa no espelho.
se você sonha em fazer uma tatoo que tal essas essa pra quem gosta de estilos diferentes.


















medo.


De quantos medos é feito o mundo?
E se amanhã o medo me invade?

O que é o teu medo?
Qual é o meu medo?
Que medos se escondem
na cave escura da minha mente?

Qual é o medo do mundo
que te rodeia?, ou qual é o medo
que me suga o espírito,
quando o meu coração o consente?

E se o medo me apanha desprevenido?
E se o mundo mudo cheio de medo,
me envolve no buraco em espiral?

E se amanhã o medo te pega,
como vais reagir?
E esse teu estúpido medo,
quem é? Sou eu?

Que medo tens de ti própria?
E porque me foges de medo,
para esse teu castelo invisível?

Sabes que medos me assaltam
o coração, quando este se nega
a admitir a sua fraqueza?

Este medo excruciante,
mostra-me as verdades ocultas,
do homem como homem,
e que os medos se transmitem
como vírus.

Hoje tombei com um medo
não-familiar, mas de família que não é.
Esse medo apunhalou-me,
e eu como praça-marechal,
caí estarrecido nos braços escuros do medo.

fugindo da realidade.


tem dias que dá vontade de fugir da realidade e encontrar

um novo mundo onde possa se viver de uma forma nova

um mundo onde as pessoas são diferentes.

onde não aja sofrimento e que cada dia é melhor do que outro,

se as pessoas fossem diferente seria tão melhor o mundo

chega de egoismo , guerra, disciminação .

vamos tentar fazer o mundo melhor onde as pessoas serão felizes

seres humanos são capezes de magoar sem mesmo perceber que fizeram isso

as vezes parece que seria mais facil se fossemos makinas ñ iriam ficarmos chatiados com certas

ações das pessoas. mas somos seres humanos temos que sofrer pra aprender a dar valor no que temos é errando que se aprende.

terça-feira, 21 de abril de 2009

flor da morte



Vejo a flor da morte abrir
Um caminho, não quero partir
Mas sei que é impossível resistir...

Caminhei por uma estrada
Escura e cheia de violações
Domianada por inúmeras omissões

Nela acabei a mim mesmo perdendo
Seu sorriso ambíguo acabou dissolvendo
O que ainda restava da minha bondade

E os meu sonhos, que não podem voltar
Nem os raios do sol podem me alcançar
Sua sombra foi o mal que me encobriu...

Olhei para o céu que já avermelhou
E vi que minha flor da vida não se molhou
Quando a chuva veio eram gotas de sangue...

Era isso o que você queria?

Uma por uma as pétalas daquela minha flor
Foram desvanecendo sem jamais sentir aquele calor
Que todos chamam de amor...

sexta-feira, 17 de abril de 2009

pedra por pedra




Eu tenho planos, grandes planos
Eu estou construindo uma casa para você
Cada pedra foi uma lágrima
E você nunca mais irá ir embora

Sim, eu estou te construindo uma pequena casa
ela não tem janelas, e nem portas
Por dentro dela brotará a escuridão
E nenhuma luz ousará entrar nela

Sim, eu estou construindo uma casa para você
e você fará parte dela

Pedra por Pedra
Você se tornou o meu muro
Pedra por Pedra
Eu vou estar com você para sempre

Sem vestido, sem sapatos,
você me observa enquanto eu trabalho
Com seus pés no cimento
você torna a construção maravilhosa

Haverá um jardim do lado de fora
e ninguém poderá ouvir você gritar

Pedra por Pedra
Você se tornou o meu muro
Pedra por Pedra
Eu vou estar com você para sempre

Com um esboço, sempre martelando
Do lado de fora o dia está amanhecendo
Todos os pregos se firmando
enquanto eu os prendo contra o seu corpo de madeira

Pedra

Pedra por Pedra
Você se tornou o meu muro
Pedra por Pedra
E ninguém me ouve chorar

quinta-feira, 16 de abril de 2009

abrir fogo


Aquele que conhece a dor será repreendido
do fogo que queima a pele
eu lanço uma luz
em meu rosto
um grito quente
Abrir Fogo!

Aquele que conhece a dor é enobrecido
do fogo que arde em desejo
um golpe impactante
no colo dela
um grito quente
Abrir Fogo!
Bang, bang!

Perigoso é aquele que conhece a dor
do fogo que queima a alma
Perigosa a criança consumida pelas chamas
com fogo que da vida separa
um grito quente

Sua sorte
não é minha sorte,
é meu infortúnio.

inveja


Sou mais bonito?
corte meu rosto em pedaços
Sou mais forte?
quebre meu pescoço covardemente
Sou mais inteligente?
mate-me e coma meu cérebro
Tenho sua mulher?
mate-me e me coma por inteiro
Então me coma por inteiro

Sou mais honesto?
morda minha língua fora
Sou mais rico?
então tome tudo que eu tenho
Sou mais corajoso?
mate-me e coma meu coração
Tenho sua mulher? então
mate-me e me coma por inteiro

Então me coma por inteiro
mas não se esqueça de lamber o prato

Cozinhamos a inveja

Tenho a pele mais perfeita?
corte-a em tiras
Tenho os olhos claros?
tome minha luz
Tenho a alma pura?
mate-a nas chamas
Tenho sua mulher? então
mate-me e me coma por inteiro

ultimas horas.


Corpo cálido
cruz quente
julgamento equivocado
túmulo frio

Na cruz agora estou deitado
eles fincam pregos em mim
o fogo purifica a alma
e o que resta é um bocado de
Cinzas

Eu voltarei
em dez dias
como sua sombra
e o perseguirei

Secretamente ressucitarei
e você implorará por misericórdia
então vou ajoelhar-me em seu rosto
e enfiarei o dedo em
Cinzas

Cinzas às cinzas
e pó ao pó

segunda-feira, 13 de abril de 2009

sexta-feira, 10 de abril de 2009

sentimento oculto.


Amor que revela o oculto
Olhar distante e parado
me traz lembranças do passado
de um tempo nublado e escuro
Que aos poucos me deixa confuso

Um amor não fingido
quando não é correspondido
despertas sentimentos escondidos
transforma o pacato em bandido
transforma um coração ferido
e traz das profundezas
um monstro submergido

Que até então se mantia oculto
agora é revelado
um opressor por de traz de um sorriso
Que vivia acorrentado

As diferentes faces da mesma moeda
Uma personalidade oculta em trevas
Que com o coração cheio de maldade se revela
Mostrando que as sombras tambem é bela
Querendo calar a voz do coração que chama
do derrotado e falido abandonado na lama
Que por amor deixou dinheiro, poder e fama
Agora jas o frio morbido em uma cama
reconhece que o amor é mau e que engana
E ve coberto de sangue o fim da trama
Pra provar que a vida de quem ama
É simplesmente um drama.

frase do dia.

mais vale um sentimento verdadeiro do que mil amigos falsos.

o fantasma da opera

sanguinaria.


quarta-feira, 8 de abril de 2009

Meus olhos me iludem


"Meus olhos me iludem
Meus sentimentos me dominam
Minha mente me confunde...
Lágrimas angustiadas escorrem em meu rosto
Já não sinto mais nada a não ser uma dor inacabada
Meu corpo parece imóvel
Mexendo-se apenas para enxugar o sangue que transborda de minhas veias
por cortes que eu mesmo fiz em meu corpo
Estou num prolongado desespero
que teima em permanecer comigo
O desespero da dor
que um dia acertou meu coração solenemente,
mas que foi me tornando uma condenado em sentí-la
Até mesmo meus sentidos eu não tenho mais
Não sinto mais nada que não seja essa dor - esse amargo sentimento que me
consome..."

morcy.

´´´0000´
´´´10000ø´
´´´´000000´
´´´00000000´
´000000000007´
7000000000000o´
´´o00000000000o´
´´´ø000000000007´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´o$o
´´´´000000000000´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´ø00000000´´
´´´0000000000$000´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´o00000000000´´´´
´´ø000000000000000´´´´´07´´´´´´´´´´´´´´´´0000000000000$´´´´´
´´´´´´o000000000000´´´´00´´10´´´´´´´´´´000000000000000´´´´´´
´´´´´´´´´00000000000¢1´000000´´´´´´´´¢000$000000000000´´´´´´
´´´´´´´´´´´00000000000000000´´´´´´1000000000000$0000¢¢´´´´´´
´´´´´´´´´´´´$0000000000000000000000000000000000000´´´´´´´´´´
´´´´´´´´´´´´´100000000000000000000000000000000000´´´´´1´´´´´
´´´´´´´´´´´´´´7000000000000000000000000000000000´´´´´´´´´´´´
´´´´´´´´´´´´´´´o´´00000000000000000o´´´´´1$001´´´´´´´´´´´´
´´´´´´´´´´´´´´´$´´´´0000000000000001´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´
´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´7´´´´o00o

sábado, 4 de abril de 2009

como surgiram a tatuagem?



Elas são símbolos da vida moderna e estão visíveis nos corpos de milhares de pessoas, mas seu surgimento data de milhares de anos, assim como a controvérsia que provocam. Na Europa medieval, por exemplo, as tatuagens foram banidas por serem consideradas "coisa do demônio"


Há muitos indícios de que o costume de marcar o corpo é tão antigo quanto o surgimento da humanidade. É o que fica comprovado ao se analisar múmias egípcias que remetem a cerca de dois mil anos antes de Cristo e trazem inscrições no corpo, bem como a múmia de aproximadamente 5,3 mil anos de idade que foi descoberta em 1991 e apresentava linhas azuis desenhadas na pele.

Nos tempos remotos, a tatuagem era considerada uma forma de expressar a personalidade ou de os indivíduos demonstrarem que pertenciam a uma mesma comunidade. No entanto, os primitivos também faziam uso delas para registrar fatos de sua cronologia biológica (nascimento, reprodução, etc.) e de suas características sociais (para comunicar se eram guerreiros ou sacerdotes, por exemplo).

Segundo a antropóloga Debora Krischke Leitão, que pesquisa os significados da tatuagem contemporânea, hoje as motivações para marcar o corpo atendem a anseios individuais. "Aos desenhos bordados na pele são atribuídas características próprias da personalidade individual. O corpo fisiológico e biológico deve ser moldado e adornado de acordo com essa personalidade, e está subordinado a uma vontade do indivíduo", afirma.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Metallica tocará com dois baixistas no Hall da Fama do Rock


O Metallica, um dos maiores grupos de metal que será adicionado ao Hall da Fama do Rock neste ano, deve fazer uma apresentação na cerimônia com dois baixistas dividindo o palco

Um dia depois de o ex-baixista da banda Jason Newsted ter dito ao site da Billboard que seu substituto Robert Trujillo não participaria da parte da cerimônia em que a banda vai tocar, um porta-voz da Warner Bros, a gravadora do Metallica, esclareceu que "ambos, Jason e Robert, vão tocar as canções do Metallica na cerimônia".

O porta-voz não indicou, no entanto, quais serão as canções, nem se Newsted e Trujillo estarão no palco juntos ou separadamente.

O Metallica viajará de avião de Paris, onde a banda tocou na quarta e quinta-feira, e pretende ensaiar com Newsted na passagem de som, na sexta-feira.

No início da semana, Newsted - que foi baixista do Metallica de 1986 a 2001 - disse que, quando Lars Ulrich o convidou para tocar na cerimônia, o baterista lhe disse: "Robert não vai tocar. Ele quer estar presente como fã também e quer ver a banda que fez o álbum "negro" (o disco Metallica, de 1991)."

Santana pede para Obama legalizar a maconha .


O guitarrista Carlos Santana pediu para o presidente americano Barack Obama considerar seriamente legalizar a maconha.

"Legalize a maconha e invista o dinheiro em professores e na educação", disse Santana em uma entrevista nesta semana. "Vocês verão uma mudança na América".


Durante uma sessão de perguntas dos cidadãos pela internet em 26 de março, Obama foi questionado se a legalização da droga ilícita não ajudaria a amenizar os efeitos da recessão no país.

O presidente declarou, na ocasião, não achava essa política econômica eficaz, e ainda brincou: "Não sei o que isso diz do público da internet".

Mas Santana disse que tornar a maconha legal já é uma questão "ultrapassada, como a proibição do álcool".

"Eu realmente acredito que assim que a maconha for legalizada e descriminalizada nós teremos um bom governador que não retirará dinheiro da educação e dos professores. Daí, poderemos mandá-lo de volta a Hollywood onde ele poderá fazer filmes D e teremos um governo nota A", afirmou Santana, fazendo referência ao ator e governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger.

Santana fez esses comentários durante uma entrevista promocional para sua turnê em no Hard Rock Hotel & Casino, em Las Vegas, que estreia no dia 27 de maio e vai até 2010.

SHOW DO KISS NO CHILE CAUSA PÔLEMICA.



Santiago do Chile, 3 abr (EFE).- A banda norte-americana Kiss, que toca hoje em Santiago e vem ao Brasil na semana que vem, criou polêmica com os moradores do entorno do estádio Bicentenário, local do show de hoje na capital chilena.

"Que fiquem quietos e aproveitem o show de graça. Não haverá drogas nem álcool, é uma celebração da vida", disse Gene Simmons, baixista e vocalista do Kiss, em declarações publicadas pelo jornal chileno "El Mercurio" ao opinar sobre os comentários dos vizinhos do estádio.
Autoridades municipais estudam a possibilidade de cancelar o evento por problemas em relação à segurança dos moradores da região e ao acesso do público.

Caso o show ocorra, espera-se que mais de 18 mil pessoas compareçam ao estádio hoje à noite para comemorar os 35 anos de estrada do Kiss.

A atual turnê da banda é a primeira em nível mundial em quase uma década e incluirá músicas de todas as fases da carreira do grupo.

No Brasil, o Kiss toca na próxima terça-feira em São Paulo e, no dia seguinte, faz show no Rio de Janeiro.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

sozinha ....


Com as harpas da noite tocando para o teatro da solidão
Eu danço com a lua nessa profunda escuridão
O toque clássico de um lírio negro em meu coração
Meu destino foi escrito com meu sangue
A voz do silêncio que canta e me encanta
A agonia do teu olhar
A canção do mar
Andando por essa cidade fantasma
O vazio é meu lar
Um sorriso esconde uma mentira
O frio em seu túmulo
A neve em seus lábios
O toque suave da noite em meu coração
A sinfonia para a madrugada eterna
Estaremos sempre juntos,
Juntos,porém sozinhos...

anjo andarilho das trevas


Sigo feliz
pelo mundo das trevas
Porque é meu lugar
e não posso fugir de lá
Sou um anjo andarilho
vagando sem destino
arrastando comigo
um mar de lágrimas de sangue
Meu intuito é espalhar a morte
de todos os sentimentos
pra prolongar a minha existência
de ódio ou sofrimento.
Sigo pelo caminho da escuridão
Para melhor espreitar
as almas perdidas
Sou um anjo errante
sem ponto de partida ou de chegada
Vou colhendo as almas
na minha caminhada
deixando pra trás os corpos sem vida
Sou o Anjo da morte,
sou o demõnio das trevas
Sigo sozinho o meu caminho
por um vale de sangue
Em cada parada eu descanso
Multiplico-me em mil,
milhões....
mas nunca perco de vista
o deus da ilusão.

caindo em decadência

Sangrei até a morte,
Estou dilacerada
Caindo em decadência...
Minhas vísceras foram arrancadas,
Minha pele está apodrecendo...
Meus olhos brancos estão quase fechados,
Meus lábios pálidos e secos
Já não sentem nosso ultimo beijo.
Não tenho mais nada a perder...
No ar só se sente o cheiro horrível
De um cadáver em decomposição.
Um corpo inútil... Com um coração necrosado
Servindo de alimento aos malditos vermes
Que tanto desprezou...
No relento sinto apenas medo...
Mas medo de que?
Já que agora não me restam mais escolhas,
Não há mais sonhos... Mas nada a fazer...
Estou morta... Estou morta...

anjo da noite




Quando te encontrei,havia caído neve a noite inteira
Você parecia adormecido,mas um semblante doce
E era de uma beleza de um imortal ,seus lábios eram vermelhos sangue
Que pareciam verter sangue mesmo,cheguei tocar para me certificar
Quando percebi que estava frio e imóvel
Coloquei o contra o meu corpo quente ,para te aquecer ,com esperança que voltasse
Terei meu casaco e em volto aquele corpo com vestis branca de um tecido nunca visto antes cobri para nos aquecer
Seus cabelos estavam cheio de flocos de neve
Percebi suas asas caídas misturando com a neve não consegui ver seu tamanho
Adormeci de tanto frio naquele lençol branco de miragem sem fim

Outro dia nascera e o sol entre os arbustos clareava com seu raios dourados
Tinha uma visão de dois olhos azuis com cachos amarelo ouro e uns lábios vermelhos
Me olhava e me segurava no colo ,fazendo de suas enormes asas brancas ,meu cobertor
Me colocou com os pés no chão,beijou a minha testa e levantou um rasante vôo ao horizonte
(Sent from orkut mobile)

quarta-feira, 1 de abril de 2009

vamp a espera de seu amado imortal.

Minha garganta sedenta
Do sangue já sinto o gosto,
Circular em minha boca
Já sinto mudar meu corpo trasfigura-se meu rosto


Não sou mais a mesma me tornei outra.
Todas as mudanças estou em metamorfóse milenar
Minha fome e sede desejo saciar está tudo tão diferente...
Sinto sede Sede de sangue corrente Corrente em veias, artérias...


Em um monstro me transformei?
Ou continuo sendo apenas alguém...
Alguém a vagar pelas vias escuras,
Onde ei De fazer mais uma vitima


É um alimento que não me sacia
Pois só quem essa fome pode aplacar
É meu amado que ainda estou a procurar
Meu amante das sombras
Companheiro eterno das noites


Alimento completo de corpo alma sexo e sangue
Mas agora tenho que continuar
Enquanto meu amado não vem
Sairei toda noite solitária
Para inocentes vitimas fazer


E estas descobrirão antes da noite terminar
O pesadelo que os fará tremer.
Invadirei sonhos, invadirei mentes
Morderei de todos os punhos
Cada vez mais ferozmente.


Serão noites de terror
E vitimas ao acordar
Todos soltarão gritos de horror
Quando a noite se aproximar.
Não terei dó nem piedade tenho que continuar...
Até meu prometido chegar.

roupantes de uma mente doentia.

olho para o espelho e o que vejo
e uma corpo vivo em plena putrefação,
uma pessoa louca com uma mente doentia
a procura de se saciar o insaciavél
paranóia, loucura, alucinação nem sei mais o que sinto!
sinto me perdido num mundo da alucinação,
onde meus pensamentos são minhas unicas companhias.
sentado num canto fico a pensar onde fui parar!
e minha ultima dose a enjetar,
esperando meus ultimos minutos de vida acabar...



a.d.s

fantasmas

Fantasma que assombra a mente…
fantasma que assola o inconsciente
sobrevoando sem piedade...

Rodeando os pensamentos.

Fantasma do passado,
do medo e do pecado

Fantasma da ilusão....
faz de mim um andarilho da noite,
morador da solidão.

Consumindo minha paz, atormentando,
acorrentando minha mente…

fantasma do inconsciente,
afaste-se...
liberte-me de suas lembranças,
de sua presença dentro de mim,

eu te nego, te exorcizo,
expulso-te de mim.

Fantasma que assola o inconsciente ,
encontre sua luz...
fora de minha mente…encrave sua cruz

prisão

Estou muda, muda porque nãoa consigo
Lhe dizer o que sinto.
Sofro! Constantimente nessa prisão,
Prisão que eu sei a saída
Mas não tenho forças para chegar até lá...
Um momento triste por um ato infalso,
Uma observação de um momento trágico.
Estou vazia e triste.
Me distanciei não consigo voltar
Porque fui longe demais...
Não posso mais controlar
Essas lágrimas que escorrem no meu rosto,
E nem o arrependimento que toca meu coração.
Choro porque não consigo mudar.
Choro porque não consigo lutar.
Choro porque não tenho ninguém para me fazer sorrir.

último suspiro

Olhe só a lágrima escorrendo.

Em melancolia balbucia,

Com dor cruel que serpenteia;

Despede-se quase morrendo.



Observe um último suspiro

Da doce criatura funérea.

Sangue faltará nas artérias;

Outra alma irá para o retiro.



Partiu triste após suspirar;

Em lágrimas deixou sua matéria;

Em lágrimas todos olhavam



O último suspiro arriscar

A pobre alma que sucumbia

Em meio a olhos tristes que choravam.

morbida ilusão

Meu pecado foi o esquecimento
Minha vida uma grande ilusão
Nos seus olhos encontrava paixão
Agora não resta um perdão

A vida era meu gozo
Agora só me resta desgosto
Virei escravo te teu olhar
Devoto a te adorar

Teus lábios já encantam
Com uma cor rubra e marfim
E do castanho de teus olhos
Já me vejo aprisionado

Me encontro sem perdão
Só um poeta abandonado
Esperando o funeral
Dessa mórbida ilusão

Só me resta o coração apaixonado
E lágrimas abandonadas
Buscando teu perdão.

cravos para minha alma

Olhando-me no espelho
Percebo vários pelos em minha face
Percebo meu rosto pálido
Meus olhos fundos

Fiquei tanto tempo isolado
Perdido no tempo
Frustrado profundamente
Longe de um mundo que já não me pertence

Os sinos tocam ao longe
Bons cristãos vão a missa aos domingos
Enquanto minha alma invalida
Fica no escuro praguejando minha solidão

Sepulto minha alma
Aqui já falecida
Mesmo em vida

Sem sentir o ardor das chamas
Ou o perfume dos cravos

Sem o calor do meu amor
Sem o perfurme da minha amada

Sem o amor
Da minha garota
Que tanto amei sem ser amado

terça-feira, 31 de março de 2009

meu anjo.

Se amar é uma dadiva
então sou um ser excluído
sozinho e perdido
sem rumo e nem carinho
busco então um sentimento
quase que perdido.....
Ás vezes fico na solidão
e ninguém me estende a mão,
mas olhem só,um anjo veio me salvar
desta melancolia,um ser belo,nobre,
delicado,amoroso e maravilhoso,
Seu nome irei revelar,tem um
nome simples é verdade,mas os
anjos são seres simplismente indecifráveis
e é como te vejo meu Anjo de luz,teu nome.....
nem quero saber pois para mim teu nome não importa o que importa é a felicidade que
tu me trouxestes,é o teu coração que aquece minha alma sombria,
É o teu sorisso que me anima
Tuas palavras que me dão alegria
Sua voz que mais parece melodia
E teu olhar que me faz querer sonhar
Fico grata por você existir
E ainda mais por ter você em meus braços
Obrigada meu querido e doce Anjo
Você sempre será meu eterno anjo sublime
e simplesme único...........

goticismo


Gótico, em primeiro lugar, significa: relativo aos godos, uma confederação de tribos germânicas que invadiu o império romano durante o séc. III d.C. e foram os primeiros povos germânicos a se converterem ao cristianismo. A primeira distorção do adjetivo data da renascença. Os italianos achavam que a arte clássica, que admiravam e procuravam reviver, fora corrompida na idade média pelos cristãos. Assim sendo, fizeram dos godos seu bode-espiatório e taxaram pejorativamente toda arte medieval (cristã), de gótica, ampliando assim o sentido da palavra.

Durante os séculos em que foi moderna, a arte gótica era conhecida sob o nome de "opus francigenarum", o que significa "obra francesa" e indica bem a sua principal origem. Entretanto nos séculos XV e XVI com a Renascença e o entusiasmo pela antiguidade clássica, passou-se a considerar a Idade Média como uma época bárbara e obscura. Como os godos eram os bárbaros mais conhecidos, o estilo passou a se chamar gótico, ou seja, bárbaro por excelência, alcançando um sentido pejorativo e de profundo desprezo.

A arte gótica era muito conhecida pela arquitetura arrojada, o que permitia aos seus construtores erigirem castelos e fortalezas mais fortes e resistentes de que os de outras civilizações da época. Estes castelos, mansões e fortificações era palco de histórias e lendas, muitas ligadas ao místico e sobrenatural. Ao final do séc. XVIII, eles foram visitados por uma nova estirpe de habitantes. Eram poetas, escritores, ocultistas e sonhadores. Nas sombras eles produziam obras imortais como Frankenstein, O Corvo, As Flores do Mal, Drácula e outras.

Este é o mundo dos góticos, sombrio e languidamente romântico.
Uma eterna busca, guiada pela noite e seus mistérios.

visual

O fato dos góticos andarem à noite e se vestirem de preto vem do simples prazer de quererem se diferenciar dos punks e hippies. Mas há outras explicações para o uso da roupa preta:
Uns adotaram apenas por gostar da cor, outros por se identificarem com o clima que ela proporciona, também só para chocar com o impacto visual... Como nos últimos séculos o preto tem sido utilizado como a cor de respeito aos mortos, muitos outros começaram a usá-la, talvez pela perda de grandes artistas como Ian Curtis, vocalista da banda inglesa Joy Division.

Ainda quanto ao visual, por que se maquiar? A maquiagem não é um acessório obrigatório que todos adotaram, ela é mais usada para incrementar o visual. Ela não tem um significado especial para a maioria dos que a usam, é usada apenas para manter o visual depressivo.

noite

Já quanto a andar somente à noite, vem outra dúvida, com várias explicações: pelo visual que usam, é quase impossível serem vistas como pessoas normais durante o dia, tanto pelo clima quanto pela formação cultural de outros. A noite também tem por si só um toque misterioso e depressivo.

cemiterio

Por que essa fixação por cemitérios? Existe uma paixão do gótico pelo medieval: desde o tipo de escrita até a arquitetura e as roupas. Os cemitérios possuem dois elementos que fascinam os góticos, sua arquitetura e a paz. É um lugar de total tranqüilidade.

musica

Quem nunca apreciou uma boa música clássica? Música gótica, música clássica, você sabe qual a diferença entre as duas? Apenas as letras das músicas!!
A música gótica, tem muita influencia de música clássica, vocais clássicos, tenores, sopranos, enfim, vocais maravilhosos, violinos, violãocelos, pianos, orquestras, e muito mais! E quanto as letras? Bem... falam de coisas inteligentes (muito ao contrário de outros estilos musicais que só sabem explorar o corpo feminino e descrever o que você deve fazer pra dançar a música) a música gótica, entre vários dos seus temas, fala muito sobre o amor, mas de forma profunda, e não hipócrita, falam sobre temas ocultos, histórias, mitologia, deuses, vida, morte, enfim, fala de coisas diferentes. Muitas vezes, a música gótica também usa guitarra, tornando-se então, o famoso Gothic Metal.

A história da música gótica, vem desde os anos 70, com o surgimento de bandas como Bauhaus, The Cure, The Cult, Joy Division, chegando ao que temos hoje, bandas de altíssima qualidade como Tristania, Lacrimosa, After Forever, e muitas outras.

arquitetura

A arquitetura gótica, em termos de estética, qualidade, estrutura e acabamento, é considerada uma das mais belas e fascinantes de todo o mundo.
Quer um exemplo? Que tal a Catedral de Notredame na França? Foi construída aos moldes da arquitetura gótica, e até hoje, fascina todas as pessoas, sejam de qual religião, cultura ou país que for. E quem nunca vibrou ao ver um filme de terror passado naqueles castelos, igrejas, locais "abandonados" , construções cheias de gárgulas, sombrias? Quem nunca gostaria de conhecer um lugar desses? São construções fantásticas, cheias de encanto e mistérios, capazes de fascinar qualquer pessoa quanto à sua estrutura. Mas mesmo assim, muitas pessoas ainda são capazes de criticar esta cultura tão maravilhosa...

obras de arte.

A cultura gótica, não se destaca somente pela arquitetura e pela música de altíssima qualidade, mas outro detalhe que nos chama atenção, são as obras de artes de artistas góticos.

Ao ver uma de suas pinturas, quem nunca parou para imaginar: o que será que este artista estava pensando para desenhar isso? O que se passava em sua vida? O que este desenho significa? Estas são perguntas que sempre, mesmo contra nossa vontade, vêm em nossas mentes, ao verem obras de tal impacto. Você deve estar se perguntando: impacto porque? pois eu respondo, simplesmente, porque a maior parte dos artistas, sempre fazem quadros, desenhos, com cores cheias de vida, desenhos de plantas, animais, pessoas, cidades, santos, ou então, abstratos, e os artistas góticos, em sua maioria, desenham com cores tristes, neutras, desenhos de almas, de morte, cemitérios, igrejas, templos, pensamentos, horror.. até mesmo os desenhos abstratos góticos, nos causam impacto.

Os artistas góticos, da mesma forma que qualquer outro tipo de artista, desenham o que sentem, o que vêm, o que enxergam do mundo que existe e que vivem. Em sua maioria, não tentam fazer obras bonitas com o intuito de agradar aos outros, nem mesmo de vendê-las, mas sim, com o intuito de agradar a si próprio, de expressar o que sentem e o que enxergam, afinal, se quisessem vendê-las, fariam desenhos "alegres" de coisas que nunca sentiram, não passaria de uma obra falsa.

Pouco se tem a comentar sobre as obras góticas, pois os artistas góticos são muito desconhecidos, são muito isolados deste mundo, infelizmente, e por este fato, não se há muitos vestígios de obras plásticas do goticismo.

escultura

As esculturas góticas, sempre presentes em todo o mundo, em todos os cemitérios, como enfeites para os mais diversos túmulos. Quem nunca admirou uma estátua de algum anjo, ou algo em algum túmulo? Difícil de se responder. São todas tão lindas, cheias de encantos, detalhes de ótimo acabamento, entre outros atributos. As esculturas góticas, devido à sua estética, e até mesmo, à sua "tristeza de expressão" são sempre as favoritas para se despedir de algum parente ou ente querido que se vai.

Devido a esta arquitetura tão linda, em junção com um lugar pacífico, que é o cemitério, junto de uma paisagem bonita e um ambiente calmo, os góticos, em sua maioria, gostam dos cemitérios , e devido a isto, passam a ser julgados, recriminados e até mesmo, aos olhos da sociedade, passam a ser obcecados pela morte, e existem até mesmo, pessoas que por falta de informação, pensam que os góticos gostam de matar outros, o que na realidade, não é verdade. Os góticos gostam apenas da paz e tranqüilidade que sentem neste ambiente, já que em outros ambientes, devido as coisas que acontecem e até mesmo devido as pessoas, não conseguem ficar tranqüilos.
Uma coisa é certa: se um gótico, quer tanto à morte, não é porque ele é um problemático, mas sim, porque as pessoas fizeram algo de muito ruim pra este, pois um gótico também tem sentimentos como qualquer um, não é mais um "sangue de barata" perdido neste mundo.

literatura

Quem nunca leu ou estudou na escola Álvares de Azevedo? Caso ainda não tenha visto, ou é por que faltou na aula, ou porque ainda deve estar no 1º grau, pois é parte fundamental do currículo na parte de literatura. A literatura gótica, é muito conhecida como 2ª fase do romantismo brasileiro (esse nome foi dado para dar uma aparência até mesmo mais "leve" aos seus poemas), pois tanto o romantismo como o goticismo, falam da morte, da salvação, da paz, do alívio através da morte, todos falam de decepções, tristezas, agonias, enfim, da realidade de cada um. Está certo que na maioria das vezes, quando você vai estudar algum destes poetas, como no caso do Álvares de Azevedo, você sempre estuda os poemas mais românticos dele, como Namoro a Cavalo, enfim, os mais "fraquinhos" que ele escreveu. Agora, se você ler outros poemas, você verá muita semelhança, porém vais perceber a grande ênfase para a aflição, para a tristeza, para a agonia, para a falta de esperança, enfim, vais conhecer o outro lado da moeda, que poucos conhecem.
Outra característica muito marcante da literatura gótica, são assuntos como o medo, a solidão, a tristeza, enfim, a literatura gótica mostra tudo o que os outros estilos literários não mostram: o lado depressivo e decadente da alma humana.

filosofia

Como toda cultura, no goticismo, existe também a parte filosófica, de pensamentos, fé ou descrenças. Muitas pessoas pensam que os góticos adoram "Satan" ou qualquer outro deus existente na cabeça dos outros, outras pessoas pensam que os góticos não passam de drogados com instintos suicidas, outros já pensam que os góticos, são problemáticos que foram mimados pelos pais, mas não é assim, aliás, nunca foi.
A filosofia gótica consiste em viver em paz, defende a idéia de um mundo sem mais tristezas nem mágoas, defende a idéia de um mundo no qual os góticos não se sintam mais sozinhos, isolados, solitários e julgados, consiste no ideal de encontra uma pessoa que o faça feliz, e o faça não mais sentir tanta agonia, tristeza e depressão. A filosofia gótica, em resumo seria: "Um mundo bom de se viver, é aquele que só vai existir ao momento que toda falsidade, hipocrisia e frieza acabar."
Muitas pessoas se perguntam: os góticos tem religião? pois eu digo: não. Os góticos, que são góticos mesmo, não tem religião alguma, não seguem regras, mandamentos ou seja o que for, afinal, se isso os tivesse feito felizes algum dia, não teriam o abandonado, vocês não acham? Os góticos não cultuam a nenhum deus, os verdadeiros góticos sabem que, a essência de tudo, se concentra nas forças vitais das almas, ou seja, não será nenhum deus ou demônio que o fará feliz, mas sim, sua própria vida ou realidade, sua maneira de encarar e viver tudo. Para qualquer gótico, o catolicismo, protestantismo, islamismo ou qualquer uma religião que for, não passa de uma tremenda estupidez tanto da parte de quem a fez como também da parte de quem a segue. Afinal, se Deus fosse tão bom como todos dizem, ninguém nunca sofreria e nada de ruim estaria acontecendo, vocês não acham?

alguns goticos famosos.

GAUDÍ Y CORNET (Antoni ou Antonio), arquiteto espanhol (Reus, preto de Tarragona, 1852 - Barcelona 1926). Sua obra, marcada pela influência racionalista assim como pelo gosto da arte medieval e tradição catalã, caracterizou-se por grande inventividade formal e técnica. A escolha dos materiais (tijolo, cerâmica, cimento), a organização do espaço arquitetônico, a introdução de formas novas (espirais, parabolóides, hiperbolóides), o amor do artista pelos elementos naturais e vegetais e, por fim, seu misticismo constituem um todo coerente e ao mesmo tempo conflitante e dinâmico, que evoluiu das primeiras realizações (casa Vicens em Barcelona, 1878), passando pela capela da Colónia Güell (em Santa Coloma de Cervelló, 1898-1914), o parque Güell (1900-1914), as casas Batló e Milá (1905), até a fantástica igreja da Sagrada Família, à qual Gaudí dedicou mais de 40 anos de sua vida (a partir de 1884) e que não pôde terminar.
GIOVANNI DI PAOLO Pintor italiano (Siena c. 1399 - id 1482). Influenciado por Sassetta e Gentile da Fabriano, mas dotado de uma espiritualidade patética e visionária, permanesceu ligado à expressão gótica (polípticos e painéis avulsos, pinacoteca de Siena).

GIOVANNI PISANO Escultor e arquiteto italiano (? C. 1248 - Siena após 1314). Filho e colaborador de Nicola Pisano, inspirou-se, como o pai, nos relevos antigos, mas aliou à cultura clássica um grande conhecimento da escultura gótica francessa. De 1284 a 1299 dividiu sua atividade entre a fachada da catedral de Siena e os últimos trabalhos de decoração do batistério de Pisa. Foi o autor do púlpito de Sant´Andrea da Pistola ( terminado em 1301), num estilo atormentado, e do da catedral de Pisa (1302-1310), mais clássico.

GUILLAUME GUILLET Arquiteto francês (Fontaine-Chaalis 1912). Discípulo de Perrt, Prêmio de Roma em 1946, destacou-se principalmente com os pavoilhóes da França e de aris na Exposição de Bruxelas (1968) e a igreja de Notre-Dame de Royan (1954-1959), projetos realizados com a colaboração dos engenheiros Lafaile e Sarger.

ÁLVARES DE AZEVEDO (Manuel Antônio Álvares de Azevedo) (São Paulo, SP, de 1831 à 1852), um dos maiores poetas românticos no Brasil. Em 1847, ingressou na Faculdade de Direito de São Paulo, onde escreveu a maior parte de sua obra (poesias, contos, ensaios, traduçóes, teatro). A maior contribuição de sua poesia reside na tentativa de libertar-se da influência portuguesa e criar um caminho próprio para a literatura brasileira. Morreu jovem, aos 21 anos de idade, vítima de tuberculose. Muitos poemas seus foram reunidos no volume Lira dos Vinte Anos e publicado posteriormente (1853), fazendo grande sucesso. Publicaram-se, depois, sucessivas edições, todas com o nome de Obras de Álvares de Azevedo, variando apenas a apresentação. A 4º edição (1873) incluía Lira dos Vinte Anos, Poesias Diversas e Poemas do Frade, além de textos em prosa, como Cartas, Discursos e Estudos Literários. Em 1878, seus contos foram publicados com o nome de A Noite na Taverna. Finalmente, em 1942, editaram-se suas Obras Completas, que, além de reunirem os trabalhos já citados, incluem O Conde Lopo, O Livro de Fra-Godinho e Literatura e Civilização em Portugal.

EDGAR ALLAN POE nasceu em Boston, EUA, em 1809, de um casal de atores fracassados. Órfão aos dois anos de idade, adotado por rico comerciante, viajou pela Escócia e Inglaterra, recebendo esmerada educação clássica. Em 1826, freqüenta a Universidade de Virgília, estudando grego, latim, francês, espanhol e italiano, mas abandona o estudo por causa do jogo. No ano seguinte, retorna a Boston, onde publica Tamerlão e Outros Poemas, e, em 1829, um novo volume de poesias: Al Aaraaf, Tamerlão e Poemas Menores. Ingressa na West Point, mas é expulso por falta às aulas. Dedica-se então à literatura, numa vida nômade, partindo para Nova York, o maior centro literário americano da época. Em 1831, publica Poemas; em 1833, com Manuscritos Encontrados numa Garrafa ganha um prêmio de 50 dólares e torna-se redator e editor do Literary Messenger; mas é demitido por abuso a bebida. Em 1838, em Filadélfia, trabalha como editor no Button´s Gentleman Magazine. Escreve A Queda da Casa de Usher e Contos do Grotesco e do Arabesco. Em 1840, demite-se do Button´s e, em 1841, passa a editar o Graham´s Magazine; nele publica seu primeiro romance policial, Os Crimes da Rua Morgue, e, em 1841, o conto policial O Escaravelho de Ouro, que lhe dá 100 dólares de prêmio, além de prestígio e publicidade. Em 1848, em Nova York, escreve A Balela do Balão e torna-se subeditor do Evening Mirror, onde publica o célebre poema O Corvo. Certo dia, após uma bebedeira, é encontrado inconsciente numa rua. Levado para um hospital, vem a falecer em 1849. A base de toda a prosa de Poe apoia-se no fantástico das exacerbações da natureza humana: alucinações, cuja lógica ultrapassa a da consciência habitual; mentes inquietas e febris; personagens neuróticas; o duplo de cada homem. A impressão de realismo é criada dentro do irreal. Os cenários são brumosos, repletos de elementos de morte e fatalidade. O fatalismo e mergulho no lado desconhecido da alma humana revelam uma vivência pessoal que fez de Poe num dos principais "escritores malditos" da Literatura Universal. A influência de Poe estendeu-se à poesia simbolista, à ficção cientifica, ao romance policial moderno e psicológico. Em 1848, Contos do Grotesco e do Arabesco foi publicado na França como Histórias Extraordinárias, por Baudelaire.

HOFFMANN (1776 - 1822), advogado, pintor, crítico, compositor e escritor alemão, considerado o maior contistas do romantismo de sua língua. É conhecido sobretudo por suas histórias fantásticas, povoadas de Doppelgänger (espectros que as pessoas vêem como sua própria imagem ao espelho) e outras aparições. Como compositor, seu estilo melódico se situa entre o contraposto e o lírico. Escreveu Peças Fantãsticas à Maneira de Callot (1814/15), Os Elixires do Diabo (1815), Peças Noturnas (1817), Princesas Brambilia (1821), Opiniões do Gato Murr (1820/22). Compâs a ópera Undine (1814), música sacra e de câmara. Exerceu influência sobre muitos escritores, entre eles Baudelaire, Poe, Púchkin e Gógol. Jacques Offenbach inspirou-se em suas obras para compor a opereta Contos de Hoffmann (1881).

HORACE WALPOLEH orace Walpole, (1717 - 1797), escritor inglês, filho de Robert Walpole. Foi o criador da novela Gótica, com o livro O Castelo de Otranto (1765). Ficou famoso por suas cartas, das quais restaram cerca de 3000, que representam um retrato detalhado da Inglaterra do séc. XVIII

zero minuto

Pássaros da noite cantam
Canções do meu pesadelo
E os mortos dançam
Em frente ao espelho.

Os morcegos caçam
Ouvindo gritos do sofrimento
Nas paredes passam
O barulho do meu tormento

As arvores lá fora balançam
O vento frio esta à me tocar
Não outra presença aqui estar
Só lá fora, pássaros que cantam.

Nem sei onde estou
O meu sofrimento é perturbador
Espero apenas o tempo passar
Ouvindo os pássaros cantantarem

meu verdadeiro interior

“Eu estou cansada da minha própria vida.
Para a maioria das pessoas ela parece perfeita,
Mas na verdade ,
É feita de mentiras e cheia de tristeza.

Minha imagem,
É de uma garota feliz com uma vida perfeita.
Mas no meu interior,
Não passo de uma garota triste,
Com uma alma destruída,
Perdida nas próprias mentiras,
E que na verdade vive no fundo do abismo.

Meu interior é completamente vazio,
Vivo cercada de amigos,
Mas me sinto perdida em uma solidão imensa.
Os risos de alegria são apenas a metade,
Das lagrimas de tristeza que choro todos os dias.

A garota de vida perfeita,
É apenas a imagem que os outros criaram”

sábado, 28 de março de 2009

 
©2007 '' Por Elke di Barros