marcadores

quarta-feira, 1 de abril de 2009

vamp a espera de seu amado imortal.

Minha garganta sedenta
Do sangue já sinto o gosto,
Circular em minha boca
Já sinto mudar meu corpo trasfigura-se meu rosto


Não sou mais a mesma me tornei outra.
Todas as mudanças estou em metamorfóse milenar
Minha fome e sede desejo saciar está tudo tão diferente...
Sinto sede Sede de sangue corrente Corrente em veias, artérias...


Em um monstro me transformei?
Ou continuo sendo apenas alguém...
Alguém a vagar pelas vias escuras,
Onde ei De fazer mais uma vitima


É um alimento que não me sacia
Pois só quem essa fome pode aplacar
É meu amado que ainda estou a procurar
Meu amante das sombras
Companheiro eterno das noites


Alimento completo de corpo alma sexo e sangue
Mas agora tenho que continuar
Enquanto meu amado não vem
Sairei toda noite solitária
Para inocentes vitimas fazer


E estas descobrirão antes da noite terminar
O pesadelo que os fará tremer.
Invadirei sonhos, invadirei mentes
Morderei de todos os punhos
Cada vez mais ferozmente.


Serão noites de terror
E vitimas ao acordar
Todos soltarão gritos de horror
Quando a noite se aproximar.
Não terei dó nem piedade tenho que continuar...
Até meu prometido chegar.

4 comentários:

Eu amo a E.Y. disse...

"E estas descobrirão antes da noite terminar
O pesadelo que os fará tremer.
Invadirei sonhos, invadirei mentes
Morderei de todos os punhos
Cada vez mais ferozmente."

confesso que este trecho me deixou verdadeiramente assustado. Parece até aquelas profecias apocalípticas (risos).

Parabéns pelo post!

http://eu-amo-a-ey.blogspot.com/

luiz disse...

nossa eu curti muito seus texto são muito bons,
^^

se puder
http://sonabrisa.nomemix.com/

Felipe Luz disse...

rs*, os góticos tem um jeito estranho de expressar seus sentimentos...

Mais os poemas são mto Bons... xD
ParabénS!!!

•Júnior• disse...

os góticos tem um jeito estranho de expressar seus sentimentos... [2]

não gosto do tema, mas confesso que o texto foi muito bem feito.

=]

http://projeto-kraft.blogspot.com/

 
©2007 '' Por Elke di Barros