marcadores

quarta-feira, 23 de junho de 2010


Individual

Eu ando assim

Sem eira nem beira

Sozinho no abandono
Feito um bicho ruim

Um nomade
Um cigano

Navego igual a um navio fantasma
Vivo que nem um bicho do mato

Anti-sociavel
Sempre o outro
O diferente

Em um mundo par
Onde tudo e todos são pares
Permaneço impar

A mais pura verdade seja dita
Gosto de ser assim

Solidão e frio
Não tem me feito mal
Tanto quanto me fazem as relações humanas

Gosto da companhia das estradas
Gosto de ficar sozinho na praia
Dividindo o mar e as ondas com minha prancha e meu remo

Gosto de andar sozinho
Pelas ruas da cidade com meu skate
Não é atoa que lhes dou nome de gente

Amo as aventuras
Os desafios
A adrenalina

Aprendo coisas que não sabia
Sou capaz de fazer certas coisas que não tinha a capacidade de fazer
Não tenho quase nada mas conquistei algumas coisas importantes para mim

Não sou mais do que um gão de poeira
Mas dentro de mim cabe todo um universo

Humildemente reconheço meus incontaveis erros
Meus defeitos e minha ignorancia
Peço perdão a meu criador pela minha imperfeição

Que todo o universo me perdoe por não saber como interagir da forma correta
Por minha vez agradeço a todo o universo, a tudo e a todos

Agradeço áqueles que me fazem mal
Pois é graças a eles que aprendi a nobre lição
Que o segredo da vida é mastigar espinhos e cuspir rosas


Autoria de: Vilkolakis Suicidal Tendencies

18 comentários:

Pobre esponja disse...

Ser diferente é normal. Essencial, aliás!
Bela poesia!

abç
Pobre Esponja

Pedro Rennó disse...

Gostei
estou seguindo
está de parabéns

Diana disse...

Texto lindo..
mas não é bom q estejamos sozinhaas..:)
ja to te seguindo linda
bjus


http://dianafalat.blogspot.com/

Suzy Carvalho disse...

bela poesia, e a ultima frase wowww!
mto foda! :)

egofashionista disse...

seu blog e diferente de tudo que eu vi ate agora...parabens belos textos!!

Pedro disse...

Eu também sou um pouco assim, claro que não vivo sozinho, tenho amigos...
Mas em alguns momentos todos precisam da solidão, ela é importante pra ordenar as coisas dentro da cabeça!

Monih disse...

Fui lendo e fui me vendo...
Adorei!!!!

http://agarotapsicose.blogspot.com/

Fernando disse...

Viva a diferença!
Que monótono seria se todos fôssemos iguais.

Horrível!

Abs,
seuanonimo.blogspot.com

Net Esportes disse...

Gostei muito do blog e dos poemoas .... mto bom mesmo ...

Rayane France disse...

amei o blog '0'
e os poemas são lindos ...
seguindo aqui :D
bjs :-*

Wander Shirukaya disse...

Fraquinho. Tá muito verde, tanto na estética quanto na ortografia ainda. :(

Análise F.C disse...

Lindo texto, muito bom.
http://analisefc.blogspot.com/

Bruno Matos disse...

To seguindo seu blog.. abraço!

Alvinegro disse...

Meu tu tem a alma de poetisa só pode, que magnífico, parabéns.

Conheça também: Geral Promoção.

LADY D. A. disse...

Tipo eu me identifiquei com o texto, como entro em contato com o autor?

Anônimo disse...

BLOG DO DEMONIO

maria ivanira de freitas silva disse...

Sou uma eterna vamp... Há quem mim dera fosse, verdade!
Poderia eu andar nas noites fria, e solitária... Em busca da minha essência.
E nela poder cravar minhas presas afiadíssimas em um lindo e doce pescoço.
E colher gota a gota sua seiva.
kkkk.

R.S disse...

Maravilhosa poesia

 
©2007 '' Por Elke di Barros